terça-feira, agosto 31, 2010

Como controlar a mente (c\ PNL)


Passamos a apresentar de forma resumida os conceitos que fundamentam o padrão de funcionamento cerebral e qualquer Programa de Aplicação da PNL.

Cérebro e mente

O cérebro é a parte física e a mente a parte não física do nosso ser. O cérebro é um órgão fisiológico, a mente o “órgão” psicológico. Embora alguns autores dividam a mente em três partes distintas – consciente, subconsciente e inconsciente – em PNL, para simplificar dividimos a mente em duas partes: consciente e subconsciente ou inconsciente. Consciente é a parte da mente que responde à estimulação quando estamos alertas, é a parte que percebe o meio imediato. Subconsciente ou inconsciente é a parte mais profunda da mente e seria comparada ao oceano e o consciente a uma ilha. Outros preferem comparar o consciente como a ponta do iceberg, enquanto o inconsciente com a base do iceberg que está imersa e é muito maior. No subconsciente ou inconsciente está todo o conteúdo censurado ou não, reprimido ou não, memórias esquecidas e conteúdos subliminares, ou seja, conteúdos que fogem da percepção do consciente. A PNL é um método que trabalha o consciente e o subconsciente ou inconsciente.

Conflitos internos: consciente x inconsciente

O nossos comportamentos, atitudes, hábitos e pensamentos são controlados pelo nosso consciente. Acontece que muitas vezes desejamos mudar um comportamento e não conseguimos. Exemplos: parar de fumar, ser mais tolerante ou fazer dieta. Isto ocorre porque o inconsciente envia mensagens contrárias ao que desejamos criando barreiras, gerando conflitos internos e repetidas frustrações. Sabe-se que muitas doenças são psicossomáticas, são causadas pela mente ( psico ) influenciando o corpo ( soma ) e vice-versa. Estas doenças resultam dos constantes conflitos que temos por não conseguirmos controlar os nossos pensamentos e emoções.

A solução para diminuirmos os conflitos, vencermos as doenças e conquistarmos os nossos objetivos na vida é programar a mente inconsciente que se encarregará de trabalhar para nós.

Atrás de qualquer comportamento estão as motivações ocultas que brotam do inconsciente. Já passou por muitas situações em que fez algo “sem pensar”, impulsiva ou irracionalmente ou não conseguiu controlar a situação. Isto acontece porque não conseguiu controlar o seu inconsciente.

Em PNL, aprendemos a dominar estas situações, porque nos colocamos em contacto directo com a mente inconsciente. Os métodos ensinam-nos a controlar as reacções emocionais e dai obter benefícios em todos os sectores da vida.

Toda a informação recebida afecta o seu cérebro e sua mente. Quando o telefone toca à meia-noite, se alguém lhe dirige uma palavra agressiva, ou se conduz num trânsito caótico reagirá física e psicologicamente. Fisicamente ocorrem impulsos eléctricos no cérebro, liberação de neurotransmissores, modificação na respiração e nos batimentos cardíacos.

Psicologicamente você fica irritado e tem pensamentos negativos.

O cérebro afecta a mente e a menta afecta o cérebro. Se está irritado pode ficar com os músculos tensos e ter dor de cabeça, o que por sua vez produz pensamentos negativos, que o podem deixar mais tenso, irritado e até ficar doente. Com treino ou aplicações de PNL, poderá ajudar-se a relaxar o corpo e a mente, consequentemente a ter um equilíbrio do sistema psicofísico.

Corpo e mente funcionam interligados. O pensamento pode afectar a nossa respiração, tensão muscular e sensações físicas. Estes por sua vez podem afectar o nosso pensamento. Exemplo: uma pessoa com pensamento negativo fica stressada, tensa, a respiração é mais rápida e curta; percebendo o mundo de forma negativa. Se deixar a respiração mais lenta e profunda ficará calma e perceberá o mundo de modo positivo. Se a mente muda o corpo, o corpo pode mudar a mente.

Cérebro e memória

Os pensamentos não são apenas psicológicos, são também fisiológicos. Actuam como gatilhos eletroquímicos que alteram o funcionamento do cérebro. Quando pensamos liberamos neurotransmissores que accionam o sistema nervoso para que ele dê respostas físicas e mentais.

O cérebro armazena todo o tipo de pensamento ou informação em forma de memória para usá-la no futuro. Por exemplo: você vive uma situação de ameaça ao passar numa rua escura, onde pensa que vai ser atacado, pois escuta alguém a vir na sua direcção, o cérebro libera substâncias que o deixarão em estado de alerta, a sua respiração fica mais rápida, aumenta a ansiedade e sai a correr do local. Fica registada na sua memória aquela experiência de alerta que poderá ser usada numa nova situação. Mesmo numa cena fictícia, semelhante à vivida na rua escura, mas vista num filme na televisão, o seu cérebro vai registrar a experiência que fica armazenada como informação, pensamento, sentimento, imagens e atitudes a tomar no futuro.

Na memória estão registradas todas as experiências reais e cenas fictícias. Quando precisa de tomar uma decisão, dizer ou fazer algo, é na memória que vai buscar as informações. Se lá encontrar dúvidas, frágil será o seu comportamento. Se encontrar certeza, terá um comportamento seguro. A PNL ajuda-nos a armazenar informações positivas no seu cérebro.

segunda-feira, agosto 30, 2010

Visualização Criativa


VISUALIZAÇÃO CRIATIVA

A capacidade de criar imagens mentais nítidas é uma das chaves para o sucesso no controle mental.

A visualização mental mostra ao seu inconsciente o que quer que ele faça.

É como dizer: “Estás a ver esta imagem? É isto que desejo”.

Um comerciante visualiza-se a si mesmo a fazer bons negócios.

Uma pessoa que deseja falar em público visualiza-se a si própria perante uma platéia.

Possuímos a capacidade de visualizar mentalmente qualquer coisa.

Podemos melhorar muito esta capacidade através de exercícios.

Por exemplo: em vez de visualizar a preto e branco poderá visualizar a cores.

Em vez de se visualizar, vendo-se à distância, poderá mergulhar na cena e envolver-se nela.

Com a prática, podermos obter cenas detalhadas e mais intensas.

VISUALIZAÇÃO MENTAL NO CONTROLE MENTAL

Vantagens:

» Aumentar o grau de concentração e percepção, pois desenvolve os sentidos permitindo uma assimilação mais rica pelo cérebro.

» Aprender a excluir o que considera mau e substituir por imagens positivas. Exemplo: excluir do cérebro a sua auto-imagem negativa e visualizar uma nova imagem positiva.

» Estabelecer um elo de ligação mais forte entre o consciente e o inconsciente. O cérebro processa melhor imagens do que pensamentos.

» Aprimorar-se por imitação. Primeiro visualiza o que deseja depois imita o que visualizou. Exemplo: visualizar-se a conduzir um carro, depois conduza o carro de facto. Os simuladores usados pelas auto-escolas, na aviação e pelos astronautas usam o princípio da visualização / imitação.

» Diminuir as hipóteses de erros. Muitos atletas usam a visualização para melhorar o desempenho. O campeão americano de golfe, Jack Niklaus, afirma no seu livro “Golf My Way”, que usa a técnica da visualização para melhorar o rendimento. Ele imagina detalhadamente todos os tipos de jogada com os tacos.

» Ganhar mais energia. Os atletas vêem filmes reais gravados, das suas próprias actuações bem sucedidas, antes de competir, o que garante energia extra e autoconfiança. Filmes mentais fazem o mesmo efeito.

» Neuróbica: os exercícios para o cérebro são chamados de neuróbica. Visualizar é um excelente exercício, pois fortalece a rede de neurônios e consequentemente a memória e a concentração.

» Diminuir a ansiedade e controla as emoções. Ao visualizar familiariza-se com a situação futura e pode controlar melhor as emoções.

Nos curso e aplicações de controle mental e PNL (programação neurolinguística) aprendemos a visualizar mentalmente, com a finalidade de enviar ao inconsciente imagens de qualidade.

A programação da mente funciona de forma semelhante à programação dum computador.

Precisamos de ter um bom programa, aprender a usar a sua linguagem e instalar o programa no computador. O cérebro usa a linguagem das imagens e precisamos dominar essa linguagem.

Ao programar-se precisamos visualizar o que desejamos realizar. Quanto mais próximo da realidade for a imagem visualizada, mais eficaz será a programação na memória.

domingo, agosto 29, 2010

Programe a sua Mente

"Se os pensamentos o podem levar à derrota, também é verdade que podemos ser vitoriosos através dos pensamentos."


O cérebro é como um computador, pode programá-lo para obter o que deseja. Toda a informação é um tipo de programa que se instala no seu cérebro. Os programas podem ser instalados conscientemente (você deseja) ou inconscientemente. Você é programado pela televisão, rádio, livros, cinema, escola, pais, amigos, internet, propaganda, religião e outros meios.

Tudo o que acontece na sua vida hoje é resultado dos padrões ou modelos mentais – os programas – instalados no seu cérebro. Os programas são armazenados na forma de pensamento, sentimento, imagem, hábitos e comportamento. Pensamentos como “não sou capaz” resultam da educação centrada nas proibições, limites e preconceitos. Este tipo de condicionamento programou-o para o fracasso ou limitou as suas potencialidades.
Precisa reprogramar o seu cérebro: reaprender a pensar, falar, sentir e agir.

Aquilo que deseja conseguir no futuro, resultará dos modelos mentais instalados hoje na sua mente subconsciente.

Vantagens da programação mental: fazer o subconsciente e o inconsciente trabalhar para atingir metas, fortalecer a auto-estima, eliminar comportamentos indesejados, tornar-se uma pessoa mais consciente de si, acabar com a dependência dos outros, melhorar o rendimento no trabalho, melhorar a saúde física, tornar-se uma pessoa mais objetiva, eliminar medos, vícios, maus hábitos, aliviar dores, fortalecer o sistema imunológico, melhorar a concentração, aliviar as tensões nervosas, planear e viver melhor a vida.

Exercício:
Comece hoje a pensar mais no seu cérebro. As pessoas pensam na cabeça: em usar melhor o cabelo (penteados), as orelhas (brincos), os olhos (óculos de sol), a boca (batom), nariz (piercing), mas pensam pouco em usar o cérebro! Resultado: embelezam a cabeça e não fortalecem o cérebro; passam a vida a vida a tentar atingir as suas metas. Muitas vezes não conseguem nem 10% do que idealizaram. Faça este exercício de reflexão. Você tem pensado em usar melhor o seu cérebro ou em embelezar mais a cabeça?

Vídeo: veja este vidio engraçado e entenda as diferenças entre o cérebro masculino e feminino.

Reflita sobre as programações como são feitas de forma diferente. Compreendenda como pensam os homens e as mulheres e poderão ser ainda melhores companheiros e vice-versa.


sábado, agosto 28, 2010

Fisiologia: a Via da Excelência


A fisiologia é a ferramenta mais poderosa que possuímos para mudar instantaneamente de estados, para produzir instantaneamente resultados dinâmicos.
Se mudar a sua fisiologia - isto é, a sua postura, os seus padrões de respiração, a sua tensão muscular, a sua tonalidade - muda instantaneamente as suas representações internas e o seu estado.

Anthony Robbin

Corpo e Mente: a mutua influência

Doenças Psicossomáticas - Definição e exemplos



Fonte: Blog: Grupo de Estudo PNL-Lisboa

A arte de dar e receber feedback

Noscilene Santos

Um feedback é como presente, as vezes falta-nos preparo para dar e receber. Na medida certa, pode se transformar numa grande oportunidade de crescimento.
Quem oferece deve ter a habilidade de comunicar-se objectivamente e apresentar evidências. Apontar o que deve ser melhorado. Quem recebe deve ter o bom senso de ouvir silenciosamente, não justificar, simplesmente agradeça ao interlocutor e reflicta sobre cada palavra. Descobrirás que a dor provocada é o preparo necessário para o fortalecimento pessoal.
Saber ouvir e compreender é o grande segredo dos sábios.

Noscilene Santos é Palestrante e Coach Internacional certificada pelo European Coaching Association e International Association of Coaching Institutes, Máster e Trainer em Programação Neurolingüística. Graduada em Comunicação Social e Administração de empresas, especialização em Gestão empresarial.
noscilene.santos@peopletraining.com.br

Fonte: Blog: Grupo de Estudo PNL-Lisboa

Danças Circulares ou Danças dos Povos

Danças Circulares Sagradas, ou Danças dos Povos

Estes são os nomes que definem um trabalho ímpar, desenvolvido no Brasil desde 1993 e que se vem espalhando com muita força em todos os estados deste grande país.
“A dança sempre foi o modo natural do homem se harmonizar como o Cosmos. Trabalhar a dança e a música de outra cultura permite respeitar as diversidades culturais”, explica Renata Ramos uma das pioneiras desse trabalho no Brasil.

Origem
A metodologia de trabalho com as Danças Circulares Sagradas foi criada por Bernhard Wosien (1908-1986) - alemão, bailarino e pedagogo da dança - a partir de sua pesquisa com as Danças Folclóricas e Étnicas da Europa Oriental, iniciada em 1952.
Contagiado pela alegria e vibração das danças populares, Bernhard idealizou uma proposta de utilização para as áreas de educação e saúde. As danças que no seu formato tradicional não eram em círculo, foram adaptadas, para conectar profundamente as pessoas na roda. Assim nascia a "Sacred Dance" - Dança Sagrada, na qual o "sagrado" diz respeito ao poder de elevação do espírito humano, associado à prática da dança e não a uma religião propriamente dita.
Nos últimos 25 anos de vida, o agora "dançarino", dedicou-se integralmente a pesquisar e ensinar as danças de roda como pedagogia e terapia de grupo em instituições educacionais e clínicas nas áreas de Serviço Social e Terapia Ocupacional.
Em 1976, aos 68 anos, Bernhard foi convidado a implantar as Danças Sagradas na Fundação Findhorn - Centro Internacional de Educação Transdisciplinar, fundado em 1962, na Escócia. Um convite que foi determinante para a expansão do movimento das Danças no mundo.
Desde 1976, Findhorn promove anualmente em Julho, o Festival Internacional de Danças Circulares Sagradas, que tem contribuído para trocas valiosas entre os povos e o enriquecimento do repertório. São danças tradicionais e contemporâneas dos quatro cantos do mundo - Ásia, Europa, África e América.

Áreas de Aplicação:
Organizações públicas e privadas - Empresas, Escolas, Hospitais - Comunidades, Grupos de Desenvolvimento Humano e Profissional, Encontros, Palestras e Celebrações

A Dança Circular é cooperativa por natureza. Assim, nos tempos actuais, quando as pessoas estão a procura de caminhos para harmonizar as diferenças, este tipo de proposta cai como uma luva pela sua simplicidade e profundidade. Em roda, de mãos dadas, olhos nos olhos, o resgate das danças folclóricas traz a ancestralidade à flor da pele e conecta cores, raças, tempos e espaços, acedendo a outros níveis de consciência e percepção. Esta prática prepara o ser humano para uma nova etapa da humanidade, onde harmonia e paz serão reflexos de atitudes de cooperação e comunhão.

Por todas estas razões, a aplicabilidade das Danças Circulares Sagradas não tem limite. Ela está a ser vivida nos mais diferentes espaços de convivência: empresas, prisões, escolas, instituições, órgãos públicos, hospitais e qualquer lugar que abrigue seres humanos precisando de paz, calor humano, amor e compaixão.

Alguns Benefícios:
1. Harmonia entre corpo-mente-espírito;
2. Elevação da Auto-estima
3. Consciência corporal - coordenação motora, ritmo, sintonia, flexibilidade;
4. Aprendizagem criativa, o desenvolvimento da inteligência integral e expansão de habilidades, incluindo-se a intuição, o imaginário, a sensibilidade e o corpo no processo de receber e transmitir conhecimentos;
5. Ampliação do potencial humano com a vivência da arte, do lúdico, do belo, do prazer, da alegria e da conexão com o sagrado;
6. Reconhecer e Valorizar as Identidades Culturais diversas, para o encontro criativo e harmónico com os outros povos - enraizar para a globalização consciente.
7. Sensibilização para a vivência de Valores Humanos e Princípios Éticos Universais - Respeito e inclusão do diferente, através do contacto ético e estético com pessoas e culturas diversas;
8. Aprender a Conhecer - competência cognitiva; Aprender a Fazer - competência técnica; Aprender a Conviver - competência social; Aprender a Ser - competência humana: os quatro pilares básicos da educação sustentável, recomendados pela UNESCO.

É assim mesmo que acontece com quem entra na roda.
O caminho para descobrir é simples: entre na roda e viva esse sabor!


video

De Mãos Dadas, experenciamos Alegria.
De Mãos Dadas, experenciamos a Unidade.
De Mãos Dadas, experenciamos a Cooperação.
(Renata Ramos)


Renata Ramos é focalizadora de Danças Circulares Sagradas desde 1993 e ministra cursos no Brasil.


Fonte: Blog: Grupo de Estudo PNL-Lisboa

Meditação: stress ao controle da mente

Quando o cérebro emocional não está a funcionar, o coração sofre e desgasta-se.
Esta relação funciona em mão dupla - o coração acaba por influenciar o nosso cérebro também. Alguns cardiologistas e neurologistas chegam a referir-se a um "sistema cardíaco-cerebral", que não pode ser dissociado. A harmonia desse sistema pode ser obtida por um método simples, com efeitos que incluem, até, um retardo parcial do envelhecimento: a regulação da coerência cardíaca.
A coerência não é um estado de relaxamento no sentido convencional. Ela não exige que se retire do mundo, mas balancear a resposta emocional mesmo em face de circunstâncias exteriores menos do que ideais, usando técnicas tradicionais usadas em ioga: atenção, meditação e relaxamento. Concentrar o seu foco na respiração, visualizar mentalmente o fluxo do ar dentro do corpo e tomar consciência das reacções do coração (temperatura e bem-estar) são os passos para deixar o sistema em harmonia.
Na Universidade de Stanford, um estudo demonstrou que o método reduz a incidência de doenças emocionais, além de ser um tratamento indicado para insuficiência cardíaca. O sistema imunológico como um todo beneficia-se.

O stress crónico produz ansiedade e depressão, além de ter impactos negativos no corpo: insónia, rugas, pressão alta, palpitações, dores nas costas, problemas epidérmicos e digestivos, infecções crónicas, esterilidade e impotência sexual são alguns deles.
Aprender técnicas de meditação pode ajudar os praticantes a reduzirem tanto os efeitos psicológicos quanto os físicos, afirma pesquisa da Universidade West Virginia, nos EUA.

A prática também diminui a pressão sanguínea pela redução da constrição dos vasos e, em consequência, diminui o risco de doenças cardiovasculares.
Também um relatório publicado pelo American Journal of Cardiology reporta que a meditação transcendental aumenta a expectativa de vida e reduz o risco de morte por causas gerais em 23%. Se consideradas apenas as enfermidades cardíacas, o número sobe para 30%. Mortes por câncer são reduzidas em 49%.

Fonte: Blog: Grupo de Estudo PNL-Lisboa (Fonte: Revista Galileu (globo.com))


Musts vs. Shoulds: The Power Of Clarity And Purpose

NLP - Creating Rapport

Frases

“A confusão é o principio de uma nova realidade” Richard Bandler

“Se os clientes já soubessem conscientemente o que necessitam, não necessitariam de minha ajuda. Por isso, se me pedem para fazer algo ou que o faça de alguma forma em particular, isso é seguramente a última coisa que farei. E se o cliente não confia no meu profissionalismo e intenções, é melhor que nem venha a mim... e que siga com os seus problemas. ” Dr. Richard Bandler

“Um bom trabalho de PNL é quando se dedica 80 ou 90% do tempo re -colectando informações e decidindo o que fazer e somente 10 ou 20% fazendo propriamente.”
Dr. Richard Bandler

“Se você trata dois clientes da mesma forma, pelo menos a um deles estará tratando mal.”
Milton H. Erickson M.D.

“Depois desta sessão dei-me conta de que dizer a verdade aos clientes, aquilo que diz ao seus colegas sobre seu cliente, pode ser muito eficiente para produzir mudanças.” Dr. Frank Farrelly

”Ama a arte, porque pelo menos de todas as mentiras talvez ela seja a menos falsa.” Flauber

quinta-feira, agosto 26, 2010

Limpeza cerebral – O anti-vírus

Tal como existem vírus nos programas de computador, também existem certos tipos de pensamentos automáticos que provocam verdadeiros danos nas nossas mentes.

Passe agora um antivírus no seu cérebro! Se detectar algum desses vírus, delete-o imediatamente.

Vírus 1: Pensamento sempre/nunca
Esse vírus ocorre quando pensa que alguma coisa que aconteceu vai sempre repetir-se, ou que nunca vai conseguir o que quer.

*Variantes do vírus: Ele diminui-me sempre, ninguém me "liga", os meus filhos nunca me ouvem. Quando perceber este vírus, delete-o usando os programas da sua consciência.

Vírus 2: Vírus de negativismo
Ocorre quando os seus pensamentos refletem apenas o lado mau duma situação e ignoram qualquer parte boa. Delete-o com o programa de optimismo.

Vírus 3: Vírus de prever o futuro
Este terrível vírus ocorre quando prevê o pior resultado duma situação. Ele provoca um colapso nas suas iniciativas, fazendo-o desistir antes de tentar. O antivírus para este é viver na realidade. Afinal, se pudesse prever o futuro, seria um bilionário do euromilhões.

Vírus 4: Vírus da leitura das mentes
Este vírus age sempre que acha que sabe o que as pessoas estão a pensar, mesmo que elas não lhe tenham dito nada. O antivírus é lembrar que já é difícil ler a própria mente, quanto mais dos outros.

Vírus 5: Vírus pensar com sensações
Geralmente, estes vírus foram infectados nalguma situação desagradável no passado. Agora em situações semelhantes irão provocar pensamentos negativos: "Eu tenho a sensação que isto não correr bem"....
Simplesmente delete o "bicho"!

Vírus 6: Vírus da culpa
Substitua palavras como: eu deveria, eu preciso, eu poderia, eu tenho que... por: Eu quero, eu vou, eu posso fazer assim... Não fique centrado no passado.
Use o "antivírus momento presente".

Vírus 7: Vírus rotulação
Sempre que este vírus coloca um rótulo em si mesmo ou noutra pessoa, detém a sua capacidade de ter uma visão clara da situação.

*Variantes: Tonto, arrogante, irresponsável e mais de um milhão de rótulos auto-instaláveis. O rótulo generaliza, tranformando a realidade das pessoas em imagens virtuais da sua imaginação infectada. O melhor antivírus é a "ampliação_da_consciência.exe"

Vírus 8: Vírus da personalização
Faz-nos levar tudo "a peito"; para o lado pessoal.

Exemplo: Quando alguém passa por si de cara sisuda e não o cumprimenta, o vírus faz crer que a pessoa certamente está com raiva de si. A "expansão_da_consciência.exe" deleta muito bem este tipo de vírus.

Vírus 9: Vírus culpar_os_outros.exe
É pior de todos os vírus do pensamento! Ao culpar automaticamente os outros pelos problemas da sua vida, este vírus torna-o impotente para se responsabilizar pelo próprio destino. Incapaz de mudar qualquer coisa. Use o "antivírus da auto-estima" e pare de projectar nos outros as suas próprias culpas / responsabilidades.

Mantenha os seus antivírus de pensamento sempre activados, pois nunca se sabe quando essas pragas voltam a atacar!

(Revista Fraternizer)

4 Dicas para trabalhar melhor e motivar a sua equipa

1- Encontrar a motivação verdadeira

Decida a sua vida, decida que posição quer tomar perante daquilo que verdadeiramente deseja, procure o seu propósito de vida e viva-o como sendo a última coisa na sua vida. Pense sempre que temos mais a ganhar do que a perder, se acredita que a vida é um processo evolutivo e que podemos experimentar cada conquista na sua totalidade, não importa se estamos contentes ou tristes, abatidos ou fortes, o "segredo" é saber passar por todas essas etapas sem pestanejar mantendo aceso o seu verdadeiro propósito de vida e é este propósito que lhe trará a verdadeira motivação que tanto busca para se superar.

2- Algumas dicas para atingir uma nova direcção com a sua equipa:

- Motive os seus clientes com mensagens simples e verdadeiras;
- Tenha momentos de serenidade e cumplicidade no decorrer do dia com a sua equipa;
- Estabeleça metas de satisfação pessoal com a sua equipa;
- Tenha para si procedimentos de evidências que lhe mostrem o quanto está a avançar naquilo que deseja na sua vida;
- Celebre as pequenas conquistas;
- Não espere vender, persuadir ou o que quer que seja, simplesmente esteja aberto a desenvolver relacionamentos com os seus "clientes" e ajudá-los a atingir os seus objetivos;
- Seja bravo, seja forte e acima de tudo seja você próprio;
- Supere-se a cada dia, pois a superação é marca dos campeões e dos que realmente fazem acontecer.

3- Vença-se a si próprio

A verdadeira medida dos que fazem a total diferença na vida não está no amontoado de vitórias e troféus. mas sim na capacidade de se erguer quantas vezes for preciso para continuar a trajectória.

4- O poder de escolha

Seja forte e não tema quando estiver fraco, nada em demasia é verdadeiro e completo, simplesmente acredite na sua capacidade de fazer as coisas acontecerem, de entrar em acção, de viver o seu propósito de vida.
Muitas vezes uma simples mudança de significado pode mudar toda uma vida, atente-se para aquilo que valoriza e preste muita atenção na direcção que está a tomar. Pode escolher qualquer caminho, pois o poder de escolha é sua maior dádiva.

BRIAN WEISS HIPNOSE VIDAS PASSADAS

BRIAN WEISS HIPNOSE VIDAS PASSADAS-PARTE 1
BRIAN WEISS HIPNOSE VIDAS PASSADAS-PARTE 2
BRIAN WEISS HIPNOSE VIDAS PASSADAS-PARTE 3

quarta-feira, agosto 25, 2010

Saúde - líquidos às refeições

Uma curiosidade oriental: porque razão as chávenas de chá não têm pega naquela região do mundo? Se se consegue segurar com as mãos, é porque a temperatura do chá está apropriada para o consumo. Se queimar as mãos e não conseguir segurar, é porque pode fazer mal...
Os chineses e os japoneses bebem chá quente (de preferência, chá verde) durante as refeições, nunca água gelada ou bebidas geladas. Líquidos gelados durante e após as refeições solidificam os componentes oleosos dos alimentos, retardando a digestão. Reagem com os ácidos digestivos e serão absorvidos pelo intestino mais depressa do que os alimentos sólidos, demarcando o intestino e endurecendo as gorduras, que permanecerão por mais tempo no intestino. Assim se percebe o valor de um chá morno ou até água morna depois de uma refeição. Facilita a digestão e amolece as gorduras para serem expelidas mais rapidamente, o que também ajuda no emagrecimento.
Deveríamos adoptar este hábito!
Um cardiologista informou que se cada pessoa informa-se 10 pessoas desta informação, podiam ter a certeza de que salvará pelo menos uma vida.

segunda-feira, agosto 23, 2010

Exercício: seja um master-vendedor

A essência das "vendas" está sempre nas habilidade de quem vende (na realidade todos queremos ser "bons vendedores" de alguma coisa)...

miguel f.

SER UM MASTER-VENDEDOR.

É tudo uma questão de escolha e fazemos isso constantemente na nossa jornada de vendas.
O vendedor que acredita que pode superar qualquer obstáculo frente à área comercial e directamente na busca das suas metas e resultados de vendas, tornará, sem dúvida alguma, o verdadeiro campeão em Vendas, ou melhor, um Master em Vendas!

"Primeiro, precisamos definir com clareza que tipo de resultado queremos atingir".
O que é que quer? Escreva de forma directa e objectiva, sem rodeios. Preste muita atenção a forma como diz o que deseja, por exemplo: quero ganhar mais dinheiro, quero ser feliz, quero paz, quero vender mais, etc. Estes modelos são formas não especificas e não diz muito sobre exactamente o que deseja. Caso isso ocorra pergunte a si mesmo: Como quero isso? O que posso fazer agora para atingir isso? Qual a ação que desenvolverei para atingir isso?

"Desenvolva a flexibilidade através duma nova percepção."
Escreva tudo o que se está se a passar neste momento que o impede de atingir o que deseja, escreva livremente, deixe as informações soltarem aleatoriamente e não tire a caneta do papel.
Perceberá que uma boa parte das informações escritas ou limitações apresentadas são na sua maioria causadas por si mesmo. Experimente visualizar a situação Como se não tivesse tais limitações, veja como seria o atingir do seu objectivo, como seria não tendo tais limitações.
Quais os novos caminhos que pode trilhar?
Liste neste momento seis novas possibilidades de fazer o que ainda não fez.

"Tudo é resultado."
Se hoje não atingiu o número de vendas desejadas, esse é o resultado da forma que iniciou o seu dia.
O que poderia ter falado ao seu cliente e negligenciou?
O que poderia ter ouvido e se fechou?
Que, aliás, é um dos grandes causadores do fracasso de muitos vendedores, não ouvir activamente o cliente (criar empatia, Rapport). Tudo bem, talvez esteja a pensar que a culpa não é sua pelos baixos resultados.
A culpa é do período do mês, as pessoas não têm dinheiro, ou estamos a enfrentar uma crise e as pessoas não tem dinheiro para investir, ou pior ainda, o cliente é uma aproveitador, só queria fazer um orçamento para comparar preço. Se por ventura isto se passou na sua cabeça esta pode ser a razão pela qual obteve resultados baixos e medíocres.
Você é o que você pensa ser.
Pense agora: quantas ligações a mais poderia ter feito para agendar outras visitas?
Solicitei indicações dos meus clientes actuais?
Fui dar uma volta ao bairro ou quarteirão para encontrar novas oportunidades?
Ofereci novos produtos para os meus cliente actuais?
Quando surgir à sensação de que fez o seu melhor, saberá que está no caminho dos seus melhores resultados e no alcance das suas metas.

"As pessoas não compram produtos ou serviços."
Todos nós queremos desenvolver relacionamentos cordiais, amigáveis, de confiança e segurança, pois o trabalho do vendedor é envolver-se com o cliente até o momento em que fique claro que o ajudou a tomar as melhores decisões e realizar parte dos seus sonhos. Isso é venda. Isso é vender!
E não pare por aqui, pense no que pode agregar com um maravilhoso pós-venda.

Tenha um óptimo semana de muitas "vendas" e de "metas alcançadas".

sábado, agosto 21, 2010

PNL, para quem??

PNL não é um caminho fácil.
PNL é tomada de responsabilidade.
Tomada de responsabilidade significa: nunca mais deitar ao outro as culpas daquilo que faço, que tenho, que penso, digo, vejo, ouço, sinto, cheiro, provo...
No fundo, todos os cursos em PNL, desde uma introdução à PNL, ao master trainer, passando pelo practitioner, master e trainer, têm como base a tomada de responsabilidade pessoal em todos os contextos da vida.

Publicada por José Figueira

Enfrentar o Medo

O desenvolvimento pessoal mais eficiente reside em fazer precisamente aquilo de que se tem medo. Possivelmente é mesmo este o único caminho para o desenvolvimento pessoal.

Alguns passos para ajudar a neutralizar o medo segundo a PNL:

1. Perceber a intenção positiva do medo
2. Encontrar alternativas para a realização da intenção positiva do medo
3. Reenquadrar os acontecimentos da vida em que o medo se manifestou percebendo as razões positivas do aparecimento do medo (sobretudo o primeiro acontecimento).
4. Levando recursos aos momentos da nossa vida em que o medo se manifestou e onde esses recursos faltavam.
5. Transformar as sub modalidades do medo (a transformação das sub modalidade é não só uma terapia em si mesma como um diagnóstico de confiança).

Grandes Frases

"As grandes decisões na vida duma pessoa têm mais a ver com o instinto e outros misteriosos factores inconcientes do que com a decisão consciente e a razão."

C.Jung

Pensamento

"Visão sem ação é sonho; ação sem visão é pesadelo."
Provérbio japonês

http://www.golfinho.com.br/

O oleiro e o poeta

Há muito tempo, na cidade de Zahlé, ocorreu uma rixa entre um jovem poeta, de nome Fauzi, e um oleiro, chamado Nagib.
Para evitar que o tumulto se agravasse, eles foram levados à presença do juiz do lugarejo.
O juiz, homem íntegro e bondoso, interrogou primeiramente o oleiro, que parecia muito exaltado.
"Disseram-me que você foi agredido? Isso é verdade?"
"Sim, senhor juiz." - confirmou o oleiro - "fui agredido em minha própria casa por este poeta. Eu estava, como de costume, trabalhando em minha oficina, quando ouvi um ruído e a seguir um baque.
Quando fui à janela pude constatar que o poeta Fauzi havia atirado com violência uma pedra, que partiu um dos vasos que estava a secar perto da porta.
Exijo uma indenização!" - gritava o oleiro.
O juiz voltou-se para o poeta e perguntou-lhe serenamente: "Como justifica o seu estranho proceder?"
"Senhor juiz, o caso é simples." - disse o poeta.
"Há três dias eu passava pela frente da casa do oleiro Nagib, quando percebi que ele declamava um dos meus poemas. Notei com tristeza que os versos estavam errados. Meus poemas eram mutilados pelo oleiro.
Aproximei-me dele e ensinei-lhe a declamá-los da forma certa, o que ele fez sem grande dificuldade.
No dia seguinte, passei pelo mesmo lugar e ouvi novamente o oleiro a repetir os mesmos versos de forma errada.
Cheio de paciência tornei a ensinar-lhe a maneira correta e pedi-lhe que não tornasse a deturpá-los.
Hoje, finalmente, eu regressava do trabalho quando, ao passar diante da casa do oleiro, percebi que ele declamava minha poesia estropiando as rimas e mutilando vergonhosamente os versos.
Não me contive. Apanhei uma pedra e parti com ela um de seus vasos.
Como vê, meu comportamento nada mais é do que uma represália pela conduta do oleiro."
Ao ouvir as alegações do poeta, o juiz dirigiu-se ao oleiro e declarou: "que esse caso, Nagib, sirva de lição para o futuro. Procure respeitar as obras alheias a fim de que os outros artistas respeitem as suas.
Se você equivocadamente julgava-se no direito de quebrar o verso do poeta, achou-se também o poeta egoisticamente no direito de quebrar o seu vaso."
E a sentença foi a seguinte: "determino que o oleiro Nagib fabrique um novo vaso de linhas perfeitas e cores harmoniosas, no qual o poeta Fauzi escreverá um de seus lindos versos. Esse vaso será vendido em leilão e a importância obtida pela venda deverá ser dividida em partes iguais entre ambos."
A notícia sobre a forma inesperada como o sábio juiz resolveu a disputa espalhou-se rapidamente.
Foram vendidos muitos vasos feitos por Nagib adornados com os versos do poeta. Em pouco tempo Nagib e Fauzi prosperaram muito. Tornaram-se amigos e cada qual passou a respeitar e a admirar o trabalho do outro.
O oleiro mostrava-se arrebatado ao ouvir os versos do poeta, enquanto o poeta encantava-se com os vasos admiráveis do oleiro.
Enviada por: Edeli Arnaldi
www.metaforas.com.br
Livros de Metáforas

http://www.golfinho.com.br/

Falsas Percepções



A forma como encara as suas experiências de vida é extremamente importante. A maioria das pessoas vive de um modo reactivo, ou seja, tem tendência a tomar acções somente como resposta ao que vai acontecendo no exterior. Se tem a percepção de prazer, toma acções para se aproximar e integrar esse prazer. Se tem a percepção de perigo, toma acções para se defender ou afastar desse perigo.

O grande problema desta abordagem é que as reacções estão sempre interligadas com a percepção que se tem da realidade. E essa percepção pode não ser a mais adequada ou vantajosa. Por exemplo, ao sermos demasiado defensivos, estaremos no fundo a provocar ataques. Ao sermos pessimistas, estaremos a atrair mais obstáculos para a nossa vida. Se acreditamos que somos pobres e carentes de oportunidades, então não vamos encontrar motivação para melhorar as nossas vidas. Está a ver como as coisas se processam? Uma reacção baseada numa percepção derrotista poderá transformar-se em profecia de derrota.

Em vez de viver de uma forma reactiva, o ideal seria aprender a viver proactivamente. Esse poderia ser o pontapé de saída para transformar a sua vida de uma forma significativa. Mas será já um grande avanço se for exercitando a mudança do seu padrão de pensamento, caso este seja negativo. Ao fazê-lo, estará automaticamente a mudar toda a sua experiência de vida.

Saiba que os limites existem simplesmente na nossa mente. Para que possa confirmar essa realidade, convido-o a responder às seguintes perguntas:

Acredita genuinamente que pode obter mais sucesso do que o que tem neste momento?
Pensa que a falta de oportunidades o impede de ser mais próspero?
Parece-lhe que existem demasiados obstáculos entre si e os seus sonhos?
Faça uma lista de tudo o que esteja a impedir ou a limitar a realização dos seus sonhos. Certifique-se que está a incluir todos os obstáculos internos e também os externos. Inclua informação acerca dos seus medos e dúvidas, bem assim como carências de oportunidades. Seguidamente, examine todas as respostas com atenção. Analise bem cada item e pergunte-se se isso será mesmo 100 por cento verdade. Se seguir esta metodologia com abertura de espírito e humildade, poderá ficar surpreendido com os resultados. E começara a duvidar de muitas coisas que antes lhe pareciam verdade.

Por exemplo, se numa das respostas tem algo como,”Não posso obter sucesso porque não tenho nenhum grau académico”, pergunte-se se não existem pessoas bem sucedidas no mundo que não tenham frequentado o ensino superior. Poderá consultar a biografia de figuras de grande renome na história e comprovar que grandes vultos não tiveram sequer educação escolar. Muitos deles tiveram infâncias de extrema carência e, mesmo assim ou apesar disso, participaram decisivamente no progresso da humanidade. As coisas mais importantes da vida não se ensinam nas escolas tradicionais e um diploma não lhe confere, por si só, sucesso na vida.

Este processo permite obter uma grande clareza e poderá ser uma preciosa ajuda para compreender onde está a colocar limitações ao seu próprio sucesso.

É importante que continue regularmente a questionar-se acerca das suas percepções, porque algumas delas poderão ser falsas, estar solidamente enraizadas no seu subconsciente e impedi-lo de realizar aquilo que é mais importante para si. Se tomar estas medidas, verá que as falsas percepções se esbatem e mesmo desaparecem com o tempo. Nesse momento, terá a certeza absoluta que não eram verdadeiras de todo e estará em condições de as substituir por outras mais motivadoras.

PNL y COACHING

Check out this SlideShare Presentation:

Curso PNL (Básico) - Espanhol